JPP foi à Camacha apresentar trabalho e anunciar investimentos para o futuro

O JPP foi hoje à Camacha com dois objectivos: o primeiro foi demonstrar o trabalho que o seu executivo tem, salientam, realizado. O edil Filipe Sousa salientou as obras do mercado municipal, que deverá estar concluído dentro de um mês e meio, a recuperação completa do parque infantil, a beneficiação da rede viária, desde o Caminho Maria Ascensão, o Caminho dos Cabocos, o Caminho José Rodrigues, o Lombo dos Filipes, as Eiras da Cruz, Figueirinhas, e outras regularizações de caminhos que não viam uma intervenção tão profunda há mais de duas décadas.

O segundo objectivo foi a apresentação de várias ideias que constam do Programa do JPP às eleições autárquicas do próximo dia 1 de Outubro, com a particularidade de serem obras já com sustentabilidade financeira.

O líder do JPP e recandidato à Câmara de Santa Cruz destacou o regresso da iniciativa privada à freguesia da Camacha, sublinhando a valorização do Café Relógio e a recuperação da Quinta das Almas, esta última com o apoio da autarquia.

Para o JPP, este é um esforço da iniciativa privada que entende deve ser seguido pela autarquia, pelo que no programa do partido “estão já previstos alguns investimentos, com destaque para uma intervenção no campo de jogos do Largo da Achada, onde se jogou futebol pela primeira vez em Portugal”, salienta uma nota de imprensa.

“No futuro, é nossa intenção fazer surgir aqui um investimento que honre esse feito, pelo que todo este ringue desportivo será totalmente remodelado, terá  uma cobertura eficaz, atendendo às  características climáticas desta freguesia, e no subsolo vai surgir um estacionamento amplo que a freguesia da Camacha bem precisa”, prometem.

Filipe Sousa sublinhou que grande parte dos investimentos que constam do programa do JPP serão sustentados pela Eco Taxa, que foi muito criticada pelo PSD, mas que felizmente é já uma importante fonte de receita para a autarquia, com a particularidade de não sair do bolso dos munícipes.