PTP defende a criação de um jardim no Largo do Pelourinho

A candidatura do PTP às eleições autárquicas no concelho no Funchal realizou uma iniciativa esta tarde, onde propôs a criação de um jardim e de um espaço de lazer no Largo de Pelourinho.

A candidata trabalhista Raquel Coelho entende que o núcleo arqueológico do Largo do Pelourinho está desaproveitado: “O que era suposto ser uma zona com muita procura encontra-se vazia, sem vida, constituindo uma oportunidade perdida até para a reabilitação urbana, uma vez que tem prédios históricos degradados com muitas potencialidades turísticas”, referiu.

“As descobertas arqueológicas reveladas pelas obras de canalização na foz das ribeiras, as quais incluem o pavimento original da Rua Direita, do século XV, e as bases da antiga muralha da cidade e do Forte de S. Filipe tinham outra dinâmica se fossem enquadradas num agradável e bonito espaço verde”, considerou Raquel Coelho, citada por uma nota de imprensa do partido.

Raquel Coelho também lamentou que a Câmara Municipal e o Governo Regional “nada tenham feito” para melhorar o encanto e a beleza da cidade do Funchal.