Candidato do PSD por Machico reuniu com IHM

Foto DR

A garantia do acesso à habitação para todos os que dela necessitam e a recuperação dos bairros sociais são algumas das preocupações da candidatura do PSD à Câmara Municipal de Machico. Foi com este propósito, e com vista a inteirar-se da situação do parque habitacional no concelho, que Ricardo Sousa, acompanhado pela equipa que irá compor a vereação, reuniu-se com a empresa ‘Investimentos Habitacionais da Madeira’ (IHM).

Neste encontro, foram identificados alguns dos problemas verificados nos bairros sob a gestão da IHM, muitos deles, segundo informação dos responsáveis da empresa, com solução a breve prazo, designadamente as obras de recuperação do Bairro da Bemposta, em Água de Pena.

A manutenção do Bairro da Torre, na freguesia de Machico, e os problemas no saneamento básico no Bairro da Achada, no Porto da Cruz, também foram abordados, assim como a questão dos loteamentos nas Feiteirinhas, Caniçal.

“A população que ali reside deseja ampliar o parque habitacional porque o número de jovens à procura de habitação é grande, mas também gostavam de ter a aquisição do seu lote”, afirmou Ricardo Sousa, sublinhando que a IHM “mostrou muita abertura e compreensão” relativamente a estas situações, comprometendo-se a encontrar soluções e informando que neste bairro será feita em breve a revisão dos 5 anos de contrato, o que irá implicar uma redução na renda.

Outra preocupação da candidatura prende-se com o número de pessoas em lista de espera para apoio na habitação, ficando a nota de que está prevista a construção de novos fogos na zona de Água de Pena, os quais “poderão ser no futuro atribuídos à IHM”, sendo esta mais uma alternativa para os problemas habitacionais no concelho.

Foi ainda colocada a hipótese de construção de uma escada, com o intuito de facilitar o acesso dos que vivem na estrada acima do Bairro dos Pescadores à estrada situada abaixo do mesmo, evitando assim passar por dentro do bairro, e referidos os programas que a IHM disponibiliza, como o Programa de Recuperação de Imóveis Degradados, o Programa deApoio a Desempregados e o Mercado Social de Arrendamento.

“Se todos pudermos colaborar e trabalhar em parceria, com certeza que muito poderemos fazer por estes e por outros problemas ao nível da habitação no nosso concelho”, afirmou Ricardo Sousa, lembrando que, no início do mandato, o Executivo PS mostrou-se disponível para colaborar com a IHM, mas “a verdade é que estamos em vias de novas eleições e não se viu qualquer iniciativa para a resolução dos problemas dos bairros habitacionais, nomeadamente ao nível da limpeza de arruamentos”.

De referir ainda que, nesta área da habitação, uma das apostas desta candidatura será na criação de uma Porta Verde para a primeira habitação, com vista agilizar e apoiar os jovens neste processo.