Festa popular esquece artistas da Madeira


*Com Sílvio Mendes

Um cartaz a anunciar uma festa partidária a se realizar na Madeira no penúltimo domingo de julho está distribuído por várias zonas desta Região. A foto de destaque é de uma famosa cantora brasileira e em letras quase microscópicas, ou seja quase invisíveis, é anunciado que a festa terá bandas filarmónicas, artistas de todos os concelhos, grupos folclóricos, despiques e ainda uma referência a um cantor madeirense que está na moda e a um conjunto musical.
Uma vez mais o artista madeirense foi relegado para segundo plano pois quem for a essa festa apenas saberá o nome dos cantores quando forem anunciados no palco, mesmo que actuem às 10 horas da manhã para meia dúzia de pessoas.
Evidentemente que todos esses artistas receberão verbas pelas actuações e farão o seu trabalho com o maior profissionalismo, mas o que merece um sério reparo é esta discriminação do que é nosso.
Até quando é que se manterá esta indiferença pelos valores artísticos que há na Madeira e que são de qualidade muito superior a certas vedetas vindas doutras latitudes?
Mas viva a festa com ou sem nomes ou fotografias dos artistas da nossa terra.