Candidatura do PSD à Câmara do Porto Santo quer promover e melhorar a praia

No âmbito da iniciativa denominada “sextas temáticas”, a candidatura do PSD/Porto Santo às autárquicas, liderada por Idalino Vasconcelos, realizou uma ronda pelos principais acessos à praia do Porto Santo, entre eles a praia do Porto de Abrigo, Pedras Pretas, Zona do Bar do Henrique e Calheta, com o intuito de verificar as condições existentes e propor diversas opções de melhoria que possam servir o manifesto eleitoral, tendo por base o tema “Praia do Porto Santo”, refere uma nota de imprensa.

“Consideramos que o Porto Santo é uma ilha com uma identidade própria, cujo modelo de desenvolvimento que vier a ser desenhado tem de a preservar e com as suas mais-valias, nomeadamente a sua posição geoestratégica, o mar, a sua baía e o ex-libris da praia, alavancar a economia de forma inteligente e sustentada. Para o PSD Porto Santo a praia é, por isso, um dos nossos grandes desígnios”, refere o comunicado.

A candidatura entende que “a praia do Porto Santo é indiscutivelmente o nosso ex-libris, a “galinha de ovos de ouro”, uma das nossas maiores atracções turísticas e económicas, daí que seja importante uma aposta clara e inequívoca na sua preservação, com uma forte política ambiental, turística, económica e geológica”.

Relembra, a propósito, “os investimentos realizados, no passado, nos acessos, nos passadiços e na dotação de medidas de salvaguarda e preservação da praia, quer pelo executivo governamental, quer pela câmara liderada pelo PSD”.

Actualmente, diz, o Plano de Ordenamento da Orla Costeira está em análise “e com uma Câmara do PSD, existirá, em primeiro lugar capacidade de diálogo e teremos uma intervenção proactiva e atenta, em todas as matérias que se referem às políticas adoptadas para a Praia”.

A Câmara Municipal do Porto Santo liderada pelo Partido Social Democrata fará uma aposta no investimento, na melhoria dos acessos, do reforço da aquisição novos equipamentos de limpeza e de apoio à praia e aos milhares de turistas que nos visitam, na melhoria do serviço prestado pelos equipamentos existentes, tais como os Balneários da Fontinha, promete a candidatura.

“O que temos visto nos últimos quatro anos, pela Câmara do PS, foi um total desinvestimento na nossa praia onde não vislumbramos uma política clara e definida. O Partido Socialista foi incapaz de dialogar com as instituições que intervêm directamente na praia e quem saiu prejudicado foi o Porto Santo e a sua praia”, concluem.