Estepilha: Governo entrega JM já com subsídio de férias pago

 

Rui Marote

O Governo Regional fez questão de entregar aos privados o “JM” sem “osso”, tipo filet mignon. Todos os trabalhadores do JM já têm o subsídio de férias pago, desde Maio, a expensas do erário público. Negociação perfeita, que só faltou incluir o subsídio de Natal.

Entretanto, começou a terceira versão desta novela. O novo elenco já iniciou as gravações. Haverá novas histórias, protagonizadas pelos dois novos capatazes (que vão comandar os jornalistas). Só falhámos no nome da secretária de Redacção: a Sandra do DN será substituída pela “Santa Guadalupe” que para o “Prefeito” vale mais que cinco duros trabalhadores da roça. Os peões que estavam na anterior fazenda preferiram receber a carta de alforria do que ir para o tronco, e fugiram para cargos de assessoria no Governo.

Quem não está contente é o “Coronel” da grande roça diária, senhor poderoso da comunicação social que encetou conversações com o “Prefeito” para rever as prestações de serviço, ou seja, os contratos entre o JM e o DN. As reuniões não são pacificas, porque as propostas da Prefeitura são para baixar os preços desses serviços. Brigam as comadres, descobrem-se as verdades. Aperta, aperta Estepilha… Claquete, Acção, Gravar!