MSC Orchestra retoma cruzeiros com partida e chegada ao Funchal em outubro de 2018

* Rui Marote (fotos)

Em outubro do próximo ano será possível iniciar e terminar dois cruzeiros a partir do Funchal. A proposta é da MSC Cruzeiros que oferece um programa de 13 dias pelo Mediterrâneo, a partir de 800 euros por passageiro, a bordo do navio MSC Orchestra.

São cada vez mais os madeirenses que optam pelos cruzeiros. No entanto, a oportunidade de embarcar e desembarcar diretamente no Funchal não tem estado disponível na programação da maioria das companhias que fazem escala na Madeira. Barcelona e Veneza são atualmente os portos de saída e chegada mais frequentes, o que para os madeirenses constitui um desincentivo dada a necessidade de ligação aérea e consequente sobrecarga nos custos associados ao cruzeiro.

De forma a contrariar esta tendência e a responder às solicitações de um mercado que tem mostrado potencial de crescimento, a MSC Cruzeiros vai disponibilizar em outubro de 2018 quatro opções, tendo o porto do Funchal como ponto de partida e de chegada.

Trata-se de um regresso da companhia italiana aos cruzeiros com embarque e desembarque no Funchal. O anúncio foi feito esta quarta feira, no Funchal, em conferência de imprensa a bordo do MSC Magnifica, uma escala que serviu também para reunir em convívio clientes e operadores turísticos.

Pedro Vasco e Laura Santinhos, representantes da empresa, sublinharam o facto de a MSC Cruzeiros ser novamente a única companhia de cruzeiros a permitir embarques e desembarques na Madeira, oferecendo aos madeirenses a possibilidade de conhecerem vários portos europeus (Canárias, Marrocos, Espanha, França e Itália), com opções de embarque mais interessantes e competitivas.

Esperam que esta possibilidade, pelas mais valias de conforto que representa, venha a interessar os clientes locais e a promover o crescimento do mercado regional, sobretudo numa altura em que a empresa se prepara para operar com dois novos navios de última geração. “Esperamos que com o nosso plano de expansão e com a vinda de novos navios, a diversificação natural de itinerários e destinos possa trazer cada vez mais possibilidades de a Madeira estar na rota da MSC Cruzeiros”.

Foto DR

Com saída e regresso à Madeira, estão programados dois cruzeiros de 13 dias. Partem a 7 e a 19 de outubro do ano que vem, fazendo escalas em Málaga, Civitavecchia (Roma), Génova, Marselha, Barcelona, Casablanca e Santa Cruz de Tenerife (Ilhas Canárias), com preços a partir dos 799 euros por passageiro.

A MSC Cruzeiros terá ainda o MSC Orchestra a operar em outras duas opções envolvendo o porto do Funchal, seja como ponto de partida ou destino final de viagem, também para outubro do próximo ano.

A 2 de outubro, a companhia disponibiliza o itinerário de 6 dias Barcelona/Madeira, com escala em Casablanca (Marrocos) e Santa Cruz de Tenerife (Canárias), por um preço base de 199 euros.

A 31 de outubro, o cruzeiro programado de 12 dias tem partida do Funchal e chegada a Lisboa, visitando Málaga, Civitavecchia (Roma), Génova, Marselha, Barcelona, Valência e Cádis, antes de aportar na capital portuguesa, a 11 de novembro, pelas 09h00, o que permitirá efetuar voo de regresso Lisboa/Funchal em horário confortável. Esta opção está disponível a partir dos 649 euros.

Esta oferta da MSC Cruzeiros surge um pouco em contraciclo com a tendência atual de desvio de rotas para mercados emergentes, como a China, Cuba e Austrália, situação que tem vindo a retirar navios e passageiros dos portos europeus.

A Madeira não tem ficado imune a esta conjuntura, tendo perdido escalas nos primeiros meses deste ano, embora as reservas para o próximo ano indiquem já alguma recuperação.

A MSC Cruzeiros continua, porém, a apostar no Funchal como um dos portos de escala de referência. O plano de expansão da companhia assenta em novos itinerários e dois novos navios, contemplando a Madeira com escalas em 2017, 2018 e 2019.

A primeira será já a 10 de dezembro deste ano, data em que o novíssimo MSC Seaside aportará no Funchal no âmbito da sua viagem inaugural entre Veneza e Miami.

A 24 de novembro de 2018 será a vez do MSC Seaview, outra das novidades da empresa, fazer escala no Funchal, o mesmo acontecendo com o MSC Magnifica a 11 de janeiro de 2019, no âmbito daquela que será a primeira volta ao mundo da MSC Cruzeiros. Um cruzeiro que terá a duração de 119 dias, ou seja, quatro meses, com preços a partir de 12 mil euros.

Aproveitando a sua escala esta quarta feira na Madeira, o MSC Magnifica ofereceu a clientes e operadores turísticos momentos de convívio e de visita aos diversos espaços deste navio de classe intermédia com capacidade para 3 mil passageiros, e um efetivo de mil tripulantes.