Encenação bíblica marca Sexta-feira Santa no Estreito e Câmara de Lobos

Na Sexta-feira Santa, dia 14 de abril de 2017, na paróquia do Estreito de Câmara de Lobos, um grupo de 35 pessoas vai representar as Sete Dores de Nossa Senhora, a partir das 10h30, nas ruas daquela freguesia. Esta celebração decorrerá no âmbito das comemorações do Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, tornando presente, segundo a tradição, as sete dores que trespassaram o coração de Nossa Senhora durante a sua vida.

Em Fátima, durante as aparições, Nossa Senhora pediu aos três pastorinhos a divulgação desta devoção ao seu Imaculado Coração dizendo: “Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz…”

Com efeito, esta devoção iniciou-se em 1221, no Mosteiro de Schönau, na Germânia. Em 1239, a sua veneração no dia 15 de Setembro teve início em Florença, na Itália, pela Ordem dos Servos de Maria (Ordem dos Servitas). Deve o seu nome às Sete Dores da Virgem Maria:

A profecia de Simeão sobre Jesus (Lucas 2, 34-35)
A fuga da Sagrada Família para o Egito (Mateus 2, 13-21);
O desaparecimento do Menino Jesus durante três dias (Lucas 2, 41-51);
O encontro de Maria e Jesus a caminho do Calvário (Lucas 23, 27-31);
Maria observando o sofrimento e morte de Jesus na Cruz (João 19, 25-27);
Maria recebe o corpo do filho tirado da Cruz (Mateus 27, 55-61);
Maria observa o corpo do filho a ser depositado no Santo Sepulcro (Lucas 23, 55-56).
Estas narrativas serão representadas pelo grupo de jovens paróquia do Estreito de Câmara de Lobos, que dinamiza esta iniciativa e participarão cerca de 35 personagens, entre crianças, jovens e adultos, com idades compreendidas entre os 6 meses (bebé) e os 50 anos.