Carlos Pereira foi ao hospital denunciar a ruptura de medicamentos

O presidente do PS-Madeira, Carlos Pereira, foi esta manhã, ao Hospital Dr. Nélio Mendonça responsabilizar o Governo Regional pela ruptura de medicamentos que teve eco na comunicação social regional e motivou uma intervenção do secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, a partir de Lisboa, no sentido de “tranquilizar a população”. O líder socialista regional denunciou a falta de responsabilidade por parte do executivo de Albuquerque nesta matéria, em medicamentos e outros produtos de utilização diária, no Serviço de Saúde, acusando mesmo a situação de colocar em risco a vida dos madeirenses e portosantenses.

Esta situação, considerou, revela um total desinvestimento quer na Farmácia Hospitalar, quer no Serviço Público de Saúde, uma situação caótica que, no entender do socialista, não pode passar despercebida. Face ao exposto, Carlos Pereira apelou para uma rápida resolução deste problema, de modo a não comprometer a saúde dos pacientes.

Por seu turno, salientou ainda que este tipo de situações é comum em países subdesenvolvidos. Mas numa região que se diz ser desenvolvida, não se entende como é possível casos destes, que comprometem, também, a acção dos profissionais. Nesse sentido, o PS-M garante que fará tudo o que estiver ao seu alcance para assegurar que o Governo Regional cumpre com o seu papel, no sentido de restabelecer os medicamentos no Serviço de Saúde.