Sacerdote apela: no Natal, é preciso mais coração do que decoração

img_1696 Mais coração e menos decoração. Foi este o apelo lançado esta manhã pelo pe. Rui Pontes, durante a Missa do Parto que se realizou na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos dos Louros, no âmbito das festividades natalícias e das atividades de encerramento do primeiro período.

O pároco do Caniço, que celebrou a eucaristia a convite da comunidade educativa desta escola do Funchal, recordou a necessidade de se reequacionarem valores e prioridades, nesta época em que o nascimento de Jesus Cristo tende a ser ofuscado por fenómenos como o consumismo e o egoísmo.

img_1701

 

“Há que viver a mensagem do Natal mais com o coração e menos decoração”, sublinhou o sacerdote. “Nós temos de ser o presente que oferecemos aos outros. Só assim vale a pena”.

Perante uma assembleia composta por alunos, encarregados de educação, professores e funcionários, Rui Pontes exortou os mais novos ao exercício da gratidão como forma de valorizar o que de positivo a vida oferece, não deixando de fazer um contraponto com as situações dramáticas vividas por milhares de crianças em cenários de guerra, nomeadamente na Síria.

Após a eucaristia, que terminou com o tradicional hino à Virgem do Parto, os presentes tiveram a oportunidade de provar o cacau quente e as sandes de carne vinho e alhos.

Eco escolas Louros

Ainda durante a manhã, procedeu-se ao hastear da bandeira do EcoEscolas, galardão atribuído no decurso do ano letivo 2015/2016. Uma oportunidade para os alunos e docentes interpretarem o hino dos Louros, acompanhado de tradução em língua gestual.

Os clubes de karaoke e dança animaram a manhã de atividades de encerramento deste primeiro período.