Sempre há quem não esqueça os animais…

arqueologia-033.jpg.jpeg

*Com Rui Marote

Sempre há quem goste de animais. Nos últimos dias, aquando dos  incêndios que devastaram a Madeira e ameaçaram mesmo a zona central do Funchal, o FN teve a oportunidade de ver muitas pessoas que, vendo ameaçadas as suas residências, apenas pegaram numa pequena mala ou bolsa com alguns pertences e os seus animais, cão ou gato, e se puseram a caminho da baixa, demandando ares mais puros perto do mar.

Para quem está habituado a conhecer, e a redigir, notícias que dão conta do repetido abuso ou abandono de animais, foi bonito de se ver. Esta imagem, hoje colhida na zona velha da cidade, junto ao povo simples e simpático, reflecte também bons sentimentos para com os nossos irmãos “patudos”. Bem hajam aqueles que bem os sabem tratar.