CDS defende estímulos às empresas para criar emprego

rui barreto2

O CDS-PP esteve hoje no Parque Industrial da Cancela, para falar sobre economia e o fomento e criação de emprego. O deputado Rui Barreto considerou que a Madeira vive actualmente uma situação particularmente difícil, com a maior carga fiscal do país, e com a maior taxa de desemprego de Portugal.

“O governo tem que encontrar soluções. O Governo já governa há um ano [dos quatro para que está mandatado] e ainda não apresentou um plano de desenvolvimento económico. Nós precisamos urgentemente de, nos próximos dez anos, definir um plano de crescimento económico e de desagravamento fiscal, e isso ainda não existe. Quem cria emprego são as empresas, e estas precisam de estímulos à criação de emprego”, opinou.

Rui Barreto insistiu no plano de desenvolvimento económico e num plano de atractividade fiscal, para que as empresas se sintam estimuladas ao investimento. Havendo-o, haverá criação de emprego, garantiu.

Por isso, o CDS dará entrada, esta semana, de uma proposta para reduzir o IVA para as empresas, mas para reduzir também o IRS. “Uma combinação de reforço de poder de compra junto das famílias, e uma baixa no IVA para as empresas”.