Madeirense investido guarda de honra no Jantar de Reis em Braga

casa real
Américo Silva Dias (à esquerda na foto) entre Monárquicos.

O Santuário do Bom Jesus, em Braga, acolheu, esta semana, mais uma iniciativa do Jantar de Reis. Este ano dedicado ao tema da candidatura daquele espaço a Património Mundial.

O evento, que contou com a presença de cerca de 450 pessoas oriundas de 13 países, para além de Portugal, foi apadrinhado pela Casa Real Portuguesa, representada por D. Duarte de Bragança.
Às cerimónias associou-se o advogado com escritório na praça madeirense, Américo Silva Dias, igualmente deputado na Assembleia Municipal do Funchal pelo CDS-PP e membro da Associação dos Autarcas Monárquicos.
“Tive a enorme honra e distinção de ser investido como Guarda de Honra desta Legião do Infante D. Afonso de Portugal (…) Uma Real distinção que me foi concedida por S.A.R. D. Duarte Nuno Pio de Bragança e o pelo High Command da Guarda de Honra. Humildemente agradeço tão grandiosa honra com a solene promessa de prosseguir e defender os objectivos desta Real Associação”, escreveu no seu mural do Facebook.
Tal como vem sendo habitual, o evento visou ainda a promoção da gastronomia nacional, desde o vinho ao artesanato, através da V Mostra de Vinhos e de Produtos Regionais e Nacionais.
realA VII Gala Jantar de Reis contou com a presença de diversas personalidades, entre eles o príncipe David, Duque de Lasos, Chefe da Casa Real da Geórgia e o Príncipe Rifad da Casa Real Egípcia.
A animação do Jantar de Reis ficou, este ano, a cargo do cantor Clemente, que foi homenageado no âmbito dos seus 45 anos de carreira, juntamente com o engenheiro Carlos Morais, do “Mundo Português”.
A gala decorreu no Colunata de Eventos e a ela associou-se o presidente da Associação Portuguesa dos Autarcas Monárquicos (APAM), Manuel Bening que visitou a Madeira em 2015.
*com Correio do Minho e Real Associação da Beira Litoral