APRAM garante mordomia aos trabalhadores: carro até ao trabalho

SONY DSC
Fotos Rui Marote

*Com Rui Marote / Os trabalhadores da Administração dos Portos da Madeira têm diariamente ao seu dispor uma carrinha que está estacionada no calçadão da Avenida Sá Carneiro, em frente ao monumento do trabalhador, que os transporta ate ao posto de trabalho, na gare marítima.

Pelas 8h50, a carrinha arranca para que os trabalhadores possam dar entrada antes das 09h00 horas nos escritórios da APRAM.

 

A essa mesma hora, são muitos os madeirenses que se cruzam em exercício físico quer em corrida quer em marcha no mesmo calçadão da Sá Carneiro até à Pontinha. A pé, claro está.

 

Em certas empresas de grande dimensão, já foi criado na respetiva área de trabalho um espaço para que os funcionários façam exercícios para relaxar.

Na APRAM constata que, apesar dos tempos de crise, se criou uma mordomia com poucos precedentes no mercado laboral atual português:  a empresa oferece transporte para o serviço para que os trabalhadores não possam percorrer cerca 1200 metros a pé.

É caso para dizer: enquanto uns tiram barriga neste percurso, os trabalhadores da APRAM preferem criar barriga.