PTP pede voto de confiança: “Basta um Coelho para combater a corrupção”

José Manuel Coelho pede aos eleitores uma oportunidade de provar trabalho na AR.
José Manuel Coelho pede aos eleitores uma oportunidade de mostrar trabalho na AR.

José Manuel Coelho aproveitou o último dia de campanha para apelar à participação nas urnas no próximo domingo, alertando que sem o voto da população o PTP não poderá chegar à Assembleia da República e fazer-se ouvir no combate à corrupção e às leis que castigam os mais desfavorecidos, na Região.

“Apoio sem votos não é suficiente”, sublinhou o candidato do Partido Trabalhista Português, esta manhã, em frente à Assembleia Legislativa Regional. “Há muita pessoas que me apoiam, inclusive do PSD, e que me dão informações, mas depois na hora de votar vacilam e escolhem os partidos do costume. Fazem do voto como se fosse um clube, nunca mudam. Ora, as pessoas têm de votar e confiar em mim para que eu possa estar na Assembleia da República a combater a corrupção e as leis contra a Madeira e o Porto Santo”.

Dizendo compreender o desencanto dos eleitores para com a classe política e os partidos tradicionais, José Manuel Coelho exortou os mais descrentes a não ficarem em casa no próximo domingo. “Venham votar. Experimentem e verão que não são precisos vinte coelhos. Basta um. Apostem em mim”, apelou o candidato trabalhista, dirigindo-se sobretudo aos pensionistas que perderam direitos, aos desempregados e aos pequenos empresários em situação de insolvência.

Em contraponto, e no seu jeito habitual de confronto direto, o candidato voltou a criticar adversários políticos pelas suas alegadas ligações a grupos empresariais e ao sistema de poder vigente, acusando-os de fazerem uma falsa oposição.

Amanhã não haverá qualquer ação de campanha por ser dia de reflexão.

No domingo, o cabeça de lista do PTP à Assembleia da República, José Manuel Coelho, vai votar às 11 horas, na Escola da Terça, em Santa Cruz.