Fado em Alfama a 18 e 19 de Setembro presta tributo a Max

max-dn10A edição de 2015 do Festival de fado ‘Caixa Alfama’15’, que se realiza a 18 e 19 de Setembro, em Lisboa, evoca, este ano, o compositor e intérprete madeirense Max.

Max nasceu em 1918, quis ser barbeiro mas fez-se alfaiate, foi um dos vultos maiores da rádio, da televisão e do teatro.

“Noites da Madeira”, “Bailinho da Madeira” (será do feiticeiro da Calheta?), “Porto Santo”, “Mula da Cooperativa”, “Noite, “Pomba Branca”, “Vielas de Alfama” ou “Leilão de Mim””, são alguns dos êxitos do artista madeirense.

Segundo uma nota da organização do ‘Caixa Alfama’15’, neste tributo a Max quatro fadistas nortenhos cantarão alguns dos seus êxitos de Max.

No Festival ‘Caixa Alfama’ actuarão artistas como Ana Moura; Anabela; Ângelo Freire; António Chaínho e Convidados; Artur Batalha; Cuca Roseta; Diana Vilarinho; Diogo Rocha; “Fado Rezado” com Carmo Moniz Pereira, Matilde Cid, Francisco Salvação Barreto, Manuel Gama e Dinis Lavos; Filipa Cardoso; Gonçalo Salgueiro; Joana Amendoeira; João Chora; João Ferreira Rosa; José Gonçalez; Luisa Rocha; Marco Rodrigues; Maria Ana Bobone; Maria da Fé Rodrigo; Maria João Quadros; Os Marialva; Pedro Moutinho; Raquel Tavares; “Vielas de Alfama – Tributo a Max”