Vinho Madeira está a ser promovido em Bruxelas

IMG_9776
Vinho Madeira está a ser divulgado em Bruxelas.

O Vinho Madeira tem nome, história e tradição. Mas a sua divulgação impõe-se sempre, tanto mais que se trata de um setor fortemente competitivo. Segundo uma nota de imprensa feita chegar ao Funchal Notícias, pela Secretaria Regional da Agricultura, Florestas e Pescas, essa promoção está a ser dinamizada, desta feita no espaço europeu.

Por outro lado, o secretário regional Humberto Vasconcelos desloca-se esta tarde ao Clube Desportivo dos Prazeres onde inaugura a I Semana das Sidras da Madeira.

Quanto à ação promocional externa, segundo uma nota de imprensa do Gabinete de Humberto Vasconcelos, “O Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, I.P.-RAM (IVBAM) em conjunto com duas empresas exportadoras de Vinho Madeira – Henriques & Henriques e Justino´s Madeira Wines – realiza hoje e amanhã em Bruxelas duas ações educacionais sobre Vinho Madeira, dirigidas a membros do canal Horeca. O público-alvo destas ações será constituído por cerca de 30 formadores do centro de formação do canal Horeca belga que, na sua maioria, são também profissionais de relevo na hotelaria e restauração daquele mercado”.

Relativamente à modalidade das formações a desenvolver, tratam-se de workshops ministrados pela Chefe da Câmara de Provadores do IVBAM, Rubina Vieira, onde serão abordados diferentes temas, nomeadamente a história do Vinho Madeira, formas de consumo, métodos de produção e caracterização da Região Vitícola e da Região Demarcada da Madeira.

De referir que esta importante oportunidade de comunicar e divulgar o Vinho Madeira no Canal Horeca de Bruxelas, entidade que desempenha um papel relevante no setor da restauração, bares e hotelaria na Bélgica, surgiu no seguimento da visita da comitiva representativa desta entidade à Região Demarcada da Madeira que ocorreu em Maio do ano passado.

A aposta promocional no mercado belga prende-se com a importância deste mercado em termos de exportações do Vinho Madeira, ocupando o 4º lugar na tabela de exportações para o mercado europeu, equivalendo em 2014 a um volume de negócio de cerca de 749.353,61 euros.

A realização destas ações é cofinanciada em 85% por fundos comunitários, veiculados pelo Programa Intervir +, sendo o restante montante suportado pelo orçamento regional.