CDS defende criação de central de compostagem na Calheta

O candidato do CDS à Câmara Municipal da Calheta, Gabriel Neto, veio hoje defender a criação de uma central de compostagem no concelho. Conforme defendeu, a Calheta é o maior concelho da nossa Região, daí a extrema importância da criação de uma central de compostagem, pois, enunciou, tem “uma extensa área de rede viária e produz muito material, fruto da limpeza das bermas e dos taludes das estradas”.

“Esta central de compostagem”, explicou, “iria receber todo este material, tanto da limpeza das estradas como das muitas empresas de jardinagem que laboram no concelho da Calheta e que, neste momento, têm grande dificuldade em colocar este material recolhido nos trabalhos que efectuam nos jardins particulares. E assim, evitaríamos despejos ilegais, material combustível que poderá provocar incêndios no nosso concelho, entre outras adversidades”, referiu.

Este investimento, por parte da Câmara Municipal, resultaria também numa diminuição da carga de material que vai para as estações de tratamento, informa o CDS, acrescentando que o composto resultante da estação de tratamento da compostagem poderia ser utilizado para os jardins públicos e, também para os privados que o quisessem adquirir para adubar os seus jardins e até mesmo os campos agrícolas.