GR adopta medidas mais flexíveis; recolher obrigatório passa para a 1 da manhã

O recolher obrigatório passará a processar-se, a partir das 00.00 h de amanhã, dia 15, entre a 1 as 5 h da manhã. O anúncio foi feito pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, numa conferência hoje ao início da tarde. Fica assim, portanto, alargado em mais uma hora o período em que os madeirenses podem andar na rua.

Os restaurantes, bares e similares passam a poder funcionar até à meia-noite. O consumo mantém-se “obrigatoriamente sentado”, e lotação dos mesmos, pode chegar até dois terços do total. No exterior, podem haver mesas de seis pessoas, no exterior, mesas de dez. Mantém-se a exigência do uso de máscara, desinfecção e distanciamento.

Já no que concerne à ligação entre a Madeira e o Porto Santo, e vice-versa, manter-se-ão os controlos à entrada e saída, “no sentido de continuarmos a monitorizar a situação em termos de pandemia”, disse Albuquerque. Mantém-se o “corredor verde” por via marítima e aérea para  vacinados, testados e recuperados até 180 dias.

A partir das 00.00h do dia 21 de Junho, para os restantes, será apenas exigido um teste rápido antigénio, realizado até 24 h antes. Não serão aceites auto-testes. Continua-se a exigir máscara, desinfecção e distanciamento.

“São esperados, para este Verão, mais de 40 mil visitantes no Porto Santo”, anunciou o governante, que, no que se refere aos aeroportos, portos e marinas, anunciou que se mantém o “corredor verde” para vacinados, testados e recuperados até 180 dias. A partir do dia 1 de Julho, será apenas exigido, para entrada na RAM, um teste rápido antigénio realizado até 48 horas antes. Mais uma vez se releva que não serão aceites os auto-testes, em nenhuma circunstância.

Entretanto, e nos lares de terceira idade, a partir das 00.00 do dia 15 deste mês, poderão ser realizadas duas visitas por semana, cada uma delas com duração até uma hora, sendo permitidos dois visitantes por utente. É obrigatório o teste rápido antigénio. Por outro lado, é permitida a saída de utentes das estruturas residenciais para pessoas idosas, quer para fins de saúde, quer para visitas familiares, desde que no seu regresso tenha teste negativo antigénio realizado até 48 horas antes.

Quanto aos casamentos, baptizados e eventos similares, o presidente do GR anunciou que se poderão realizar, com lotação até dois terços da capacidade do espaço, seja interior ou exterior, exigindo-se as medidas básicas de protecção. Os consumos de comidas e bebidas deverão efectuar-se obrigatoriamente sentados. Se o evento acolher mais de cem pessoas, é obrigatório para todos os participantes nestas celebrações a realização de teste rápido antigénio até 48 h antes, sem limite de idade. A responsabilidade pelo controlo destas medidas é do estabelecimento ou da entidade organizadora.

Também para os eventos culturais, a lotação limite passa a ser dois terços da capacidade do espaço interior ou exterior. Também os eventos com mais de 100 pessoas obrigarão à realização de testes rápidos antigénio até 48 h antes.

No desporto, a lotação da assistência passa a 50% nos treinos e jogos, a partir das 00.00h de amanhã. Exige-se uso de máscara, desinfecção e distanciamento.

Nos transportes públicos, manter-se-á a lotação de dois terços da capacidade total, e exigência do uso de máscara, desinfecção e distanciamento.

Nas actividades de natureza comercial e serviços, a hora de fecho passa a ser às 24 h, a partir, do dia 15 de Junho. O mesmo para jogos de fortuna, casinos e bingos.

Já arraiais e festas temáticas continuam proibidos por enquanto, “uma vez que nos moldes tradicionais, não há forma de proceder ao controlo dos ajuntamentos, dos distanciamentos e do consumo de bebidas alcoólicas nos termos exigidos por lei, sentados e com distanciamento”.

Campos de férias e ATL’s serão autorizados, a partir de 1 de Julho, mediante a apresentação à autoridade de saúde de um plano de contingência, de testagem e de controlo.