Bruno Melim apela aos jovens para ajudarem quem mais precisa

“Perante as dificuldades sociais ora agravadas pela pandemia, todos temos um papel a desempenhar e acredito que os mais jovens, próximos às populações e nas localidades em que se encontram, também podem e devem contribuir com ações e novas ideias para ajudar quem mais precisa”. A afirmação é do líder da JSD/M, Bruno Melim, que, através do Núcleo da JSD Santo António e numa recente visita às instalações da Mercearia Social daquela freguesia, a cargo da ASA – Associação de Desenvolvimento de Santo António, reforçou este compromisso, apelando a que todos, sem excepção, “façam parte da solução e saibam fazer a diferença”.

A visita à Mercearia Social visou “sensibilizar os mais jovens para esta nova realidade e para a responsabilidade que estes devem assumir, uma responsabilidade que passa pela auscultação directa, pelo combate ao estigma, pela presença assídua junto de quem mais precisa e, naturalmente, pela apresentação de propostas, nos locais próprios, que sejam viáveis e resultem a favor da população”, explicou.

Bruno Melim que não tem dúvidas de que existem muitas formas de ajudar e de complementar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Governo Regional, aludindo, a este propósito, a programas como o FEAS e o Farol, programas esses que têm sido, no seu entender, determinantes para garantir estes apoios e que também devem ser alvo de maior divulgação por parte dos jovens, nos seus núcleos familiares e mais próximos, como forma de cumprirem  a sua missão. Aliás, reforçou, “a todos os níveis, mas, em especial, junto da classe média que foi gravemente afetada por esta pandemia, cabe também a cada um de nós promover a desejada aproximação das pessoas às instituições, para que elas possam concretizar o seu propósito”.

A Associação de Desenvolvimento de Santo António – que viu os seus pedidos de ajuda dispararem após a pandemia COVID-19 – dedica-se ao apoio alimentar, essencialmente nesta freguesia, estando neste momento a ajudar mais de 100 famílias, refere nota de imprensa.