Nova Orquídea criada em honra ao Concelho de São Vicente

Foi oficialmente regista a Dendrobium Charme de São Vicente, inserido no projeto pessoal de Pedro Spínola na criação de novas orquídeas híbridas, registadas por si em honra dos diferentes concelhos da Região Autónoma da Madeira.

Segundo uma nota de imprensa, após o registo e apresentação oficial da primeira orquídea, em outubro último, registada em honra do concelho da Ribeira Brava, é agora a vez do concelho da costa norte, São Vicente, de ver o seu nome inserido e eternizado numa nova orquídea através do Royal Horticultural Society, autoridade internacional para o registo destes novos híbridos.

Dendrobium Charme de São Vicente é o resultado do cruzamento entre duas espécies de Dendrobium, um género nativo do continente asiático, mais precisamente entre o Dendrobium hercoglossum e o Dendrobium friedricksianum.

Após a polinização, foram ainda alguns meses de espera na maturação da cápsula que foi semeada e propagada nos laboratórios do MicroLab, no Lugar de Baixo, seguidos de alguns anos até à primeira floração, requisito esse para o registo oficial junto das entidades competentes.

Esta primeira floração, que foi extraordinariamente rápida tendo em conta o quão moroso e complicado este processo pode ser, conjugou em si um vigor, da planta, automaticamente associado às florestas de São Vicente, com uma simplicidade e charme primaveril, adjetivos adequados a este concelho da Laurissilva, justificando a escolha do nome para esta nova orquídea.

A Madeira transporta, ao longo da várias décadas, o cunho de “Ilha das Flores” e, ainda que por vezes muito mal tratado e descurado, este setor tem o imenso potencial, aí sim único na Europa, de levar e elevar o seu nome neste panorama.

A partir do dia 8 de Julho e em todo o mundo, este cruzamento específico e qualquer outra orquídea criada a partir dela terá uma referência à região, mais especificamente a São Vicente.

Com a finalização do segundo híbrido deste projeto, acrescenta-se ainda que existem já outras orquídeas em desenvolvimento, inéditas, e que honrarão do mesmo modo a região.