João Paulo Marques recusa integrar a lista do PSD-M às Regionais, nome constava das escolhas

FB_IMG_1565026272828O deputado do PSD-M João Paulo Marques explicou hoje, na sua página da rede social Facebook, as razões pelas quais não aceita integrar a lista de candidatos do partido às eleições regionais de 22 de setembro, divulgada no DN e onde o seu nome constava das escolhas, desconhecendo-se se o próprio parlamentar sabia dessa divulgação antecipadamente ou se apenas soube  posteriormente.

João Pedro Marques escreve: “Caros amigos, em 2015 aceitei o desafio de ser deputado do PSD na Assembleia Legislativa. Quatro anos depois, anuncio que optei por não voltar a integrar as listas do PSD, ou seja, não serei candidato às próximas eleições regionais. Não tomo esta decisão contra nada, nem contra ninguém, mas apenas porque a minha consciência assim o impõe.

Não vou abandonar a intervenção pública. Não renuncio à cidadania, e não renuncio por isso à participação política. Sinto apenas que chegou a hora de dar oportunidade a outras pessoas, com outras ideias e outras experiências de vida. Só assim vale a pena estar na política – deliberadamente, com liberdade e desprendimento.

Não tenho qualquer dúvida de que o PSD continua a ter os melhores quadros e as melhores soluções para o futuro da Região. E de que isso nunca foi tão importante como é hoje. Mais do que partidos ou pessoas, em Setembro escolhemos entre duas Madeiras – uma Região governada por madeirenses ou comandada por Lisboa.

Estou seguro que a Madeira fará a escolha acertada. É por essa escolha que espero continuar a contribuir, trabalhando e participando na vida do partido, pela vitória do PSD nas próximas eleições.

Foi uma honra e um prazer representar os madeirenses ao longo dos últimos 4 anos. Obrigado pela oportunidade e pela confiança. Saibam dá-las também a quem se segue”.