Élvio Sousa diz que o JPP sempre questionou interesse privado na Saúde

O JPP realizou uma visita às instalações da medicina nuclear, ainda em 2016, onde comprovou a qualidade do serviço e o subaproveitamento dos equipamentos e destas instalações.

O partido Juntos Pelo Povo veio hoje a público lembrar que sempre colocou em agenda o dossier Saúde na Região, apontando um debate, a 14 de abril de 2016 onde “recordou o investimento na unidade de medicina nuclear do Hospital Nélio Mendonça, sem a devida utilização das instalações e dos equipamentos, questionando se este “subaproveitamento” não teria a ver “com um interesse privado da Unidade de Medicina Nuclear da Quadrantes”.

Élvio Sousa aponta que oficializou “um requerimento de audição parlamentar ao anterior Secretário Regional da Saúde, João Faria Nunes, focado no tema da medicina nuclear, tendo esta se concretizado a 8 de julho de 2016”, além de que “em novembro de 2016, o JPP deu entrada a um projeto de resolução que recomendava a ativação urgente da unidade de medicina nuclear. Este diploma foi discutido em janeiro de 2017, altura que Pedro Ramos, atual Secretário Regional da Saúde, em declarações públicas à RTP Madeira, assumiu o início da atividade para fevereiro de 2017. Nesta sequência, o projeto de resolução foi chumbado pela maioria PSD”.

Relembra, também, que entre outras iniciativas, o grupo parlamentar do JPP realizou uma visita às instalações da medicina nuclear, ainda em 2016, onde comprovou a qualidade do serviço e o subaproveitamento dos equipamentos e destas instalações;