JPP diz que há projeto de um milhão para a zona dos Reis Magos

Foto DR

O candidato do JPP à Câmara Municipal de Santa Cruz esteve hoje na zona dos Reis Magos, no Caniço de Baixo, onde anunciou um projeto que consta do Programa Eleitoral e que tem por objetivo toda a requalificação daquela zona, num investimento de mais de um milhão de euros.

Filipe Sousa recordou que este será um investimento que dará continuidade à intervenção que a autarquia já iniciou na zona baixa do Caniço, nomeadamente a requalificação dos passeios na Estrada Avelino Pinto, e a repavimentação dessa mesma rua, que terá início já amanhã.

“No nosso programa eleitoral já temos um grande investimento em toda esta baixa. Toda a a promenade será reformulada em termos de pavimento, passeios, guardas marítimas”, vincou, dando ainda conta de que já está a ser trabalhada uma parceria público-privada para a construção de um conjunto de piscinas naturais.

Paralelamente, será prolongado o pontão já existente para facilitar o acesso ao mar aos turistas e população do Caniço.

O candidato anunciou ainda o investimento de 250 mil euros na Estação Elevatória dos Reis Magos, com o redimensionamento das bombas e a construção de um emissário.

Filipe Sousa vincou que este grande investimento será complementado com um idêntico na Praia das Palmeiras, em Santa Cruz. “Ao contrário daqueles que nos antecederam na gestão deste município, que queriam encetar uma política de recursos financeiros indo ao bolso dos munícipes com o aumento de impostos, nós temos uma forma de estar completamente diferente, e todos estes investimentos serão suportados pela Eco-Taxa paga por aqueles que nos visitam”.

O candidato espera, por isso, que o povo reconheça, de uma forma determinada, que o JPP está com vontade de continuar o trabalho em prol do povo de Santa Cruz.

“Se fomos capazes de fazer com grandes dificuldades aquilo que fizemos até hoje, o povo deste concelho que imagine o que poderemos fazer com uma câmara já recuperada em termos financeiros e com uma margem de investimento de 6,6 milhões de euros”.