Dia do gato preto

Sabiam que 70% dos gatos abandonados são pretos?
A principal causa apontada é a dificuldade dos donos em tirar fotografias com eles. Numa sociedade dominada pela exposição nas redes sociais e pelas selfies, ter um gato que parece sempre a silhueta de um gato, não parece cativar.

Foram criados programas especiais de acolhimento para estes gatos (de forma a reduzir as eutanásias, que se estima cinco vezes superior a outras cores), foi ainda promovida a adoção destes gatos nas Black Fridays (Sextas-feiras Negras), foi propagada a ideia de que o preto também está na moda, foram anuladas as taxas de adoção e houve ainda associações que contrataram fotógrafos para mostrar a verdadeira beleza destes animais. Também foram criados dias especiais para celebrar estes felinos, como o dia da apreciação do gato preto (17 de Agosto) e o dia do gato preto (27 de Outubro).

No antigo Egito, cerca de 3.000 a.C., os gatos eram vistos como seres divinos e venerados. Matar um gato era considerado um crime capital. Bastet era uma importante deusa da mitologia egípcia e assumia a forma de um gato. Os egípcios acreditavam que Bastet os favorecia se mantivessem um gato preto em casa.

Deixo-vos aqui um sumário com 11 pontos essenciais sobre os gatos pretos:
1 – Os gatos pretos são os gatos mais abandonados, mais eutanasiados e geralmente mais difíceis de dar para adoção;
2 – Na história, estes gatos tanto foram adorados como odiados por diferentes culturas;
3 – No antigo Egito e na Pérsia os gatos eram venerados e em geral mantinham muito boa reputação entre as religiões pagãs;
4 – A má reputação dos gatos pretos terá tido origem nos hábitos noturnos, olhos brilhantes e capacidade de passar despercebidos durante a noite;
5 – No século XIII o Papa Gregório IX oficializou a perseguição religiosa aos gatos pretos, associando-os com o diabo e incentivando à sua tortura e morte;
6 – Com o aparecimento da peste negra na Europa, a perseguição aos gatos pretos aumentou consideravelmente e muitos foram queimados vivos em fogueiras, juntamente com as suas donas, acusadas de praticar bruxaria;
7 – Os colonos ingleses que se estabeleceram no território que daria origem aos Estados Unidos, levaram com eles estas superstições e repetiram a queima das alegadas bruxas e os seus gatos, como no famoso caso de Salem;
8 – Os piratas, marinheiros e pescadores consideravam que o gato preto dava sorte. Durante séculos era frequente os navios terem um “gato de navio” e o preto era a escolha favorita;
9 – Ainda existem várias superstições relacionadas com o gato preto, geralmente por se cruzar no caminho de alguém, o que numas culturas é considerado azar e noutras, sorte;
10 – Existem 22 raças de gatos que podem ser totalmente pretos. Uma delas, a raça bombaím, é exclusivamente preta;
11 – A cor do pêlo pode não ser a única coisa que os diferencia de outros gatos. Geneticamente, parecem ter uma maior imunidade contra doenças como a FIV.

Tem um gato preto? Partilhe connosco uma foto!