Célia Pessegueiro defende lar de idosos na Lombada da Ponta do Sol

O PS-Madeira esteve ontem de visita à Lombada da Ponta do Sol, para apresentar in loco algumas propostas que, no entender dos socialistas, fazem falta a este sítio. Célia Pessegueiro, candidata à edilidade pontasolense, salientou a necessidade da manutenção e limpeza de veredas, que servem várias habitações e ainda funcionam como ligação entre vários sítios.

A candidata do PS referiu também a situação das paragens de autocarro no Jangão: algumas já foram construídas, mas faltam ainda outras em diversos locais, onde normalmente as crianças se agrupam para ir para as escolas e também os idosos que, faça sol ou chuva, estão sujeitos aos caprichos do tempo por falta de protecção. Célia Pessegueiro referiu ainda o caso da Levada Nova, onde existe uma deficiente sinalização, que induz em erro os turistas que procuram percorrê-la.

De qualquer modo, Célia Pessegueiro deu um enfoque especial ao que considera ser a maior necessidade para o concelho, nomeadamente, a construção de um lar para idosos. “Esteve prevista a sua construção, tanto que os idosos que estavam num centro de dia na Ponta do Sol foram deslocados para a Lombada para um edifício alugado, onde agora funciona o centro de dia”; mas a construção de um lar é mesmo considerada necessária, pois “há idosos que já não conseguem viver sozinhos”.

O dito lar, entende a socialista, deve ser uma construção de raiz e que mantenha também a valência de centro de dia, para proporcionar refeições quentes e que sirva de lugar onde as pessoas possam contactar umas com as outras e fazer-se mutuamente companhia.