PSD-Porto Santo propõe-se apostar na animação e critica a Câmara actual pela “fraca” aposta

No âmbito das “sextas temáticas”, a candidatura do PSD/Porto Santo às autárquicas, liderada por Idalino Vasconcelos, Fátima Silva e Joselina Melim, auscultou diversos comerciantes, ouviu atentamente a opinião de habitantes e dos seus candidatos das listas autárquicas, com o intuito de propor opções de melhoria que possam servir o manifesto eleitoral social-democrata na área da Animação.

Os candidatos pelo Porto Santo registam “muitas queixas dos comerciantes e dos habitantes relativamente à manifesta insuficiência de animação no Verão” e consideram que a Câmara Municipal, ao longo do seu mandato, peca pela ausência de uma estratégia e de um planeamento atempado através de uma política agregadora e mobilizadora nesta área.

“O PSD e a população têm constatado que tudo é feito sem uma estratégia que mobilize os residentes e os comerciantes, apesar da excelência da equipa e das pessoas que compõem o gabinete da cultura, há uma fraca liderança por parte do presidente da Câmara, que negligencia a animação”, referem.

Os social-democratas dão como exemplo a última feira de artesanato, que praticamente não foi divulgado e não obteve a adesão dos portosantenses e quem nos visita. É quase unânime que o nosso grande cartaz, as Festas de São João, tem vindo a perder o brilho que outrora teve e em quatro anos fomos ultrapassados por outros municípios da Região, que apostaram, e bem, nesse cartaz turístico. A prova disso foi o São João deste ano, bem como as constantes queixas dos turistas que nos visitam pela ausência de animação.

O PSD promete que, se for eleito para a Câmara, “apostará fortemente nesta área”.

A candidatura liderada por Idalino Vasconcelos propõe-se criar e divulgar uma Agenda Cultural e Desportiva; criar um plano anual de animação; revitalizar as Festas de São João tornando-as o maior evento cultural do Porto Santo e para que sejam uma referência na Região; e comemorar os 600 anos do Achamento do Porto Santo, com projecção nacional e internacional.