11 candidatos correm hoje à presidência francesa numa primeira volta de dúvidas e constrastes

In notícias ao Minuto.

Agora é  mais a sério. A França, mesmo de luto com a onda de atentados que tem sobressaltado o país e o mundo, tem hoje as eleições para escolher o Presidente da República. Mas os franceses estão inquietos e divididos perante um xadrez de 11 candidatos. Segundo os analistas políticos, o futuro da França nunca foi tão incerto e apreensivo como hoje.

A procissão eleitoral ainda vai no adro. Este é apenas o chamado primeiro round. Os franceses preparam-se para apoiar os seus candidatos prediletos à segunda volta, tais como Emmanuel Macron, independente, Marine Le Pen, Frente Nacional, François Fillon, d´Os Republicanos, e Jean-Luc Mélenhcon, claramente sustentado pelo pelo Partido Comunista, bem como por adeptos da esquerda radical.

Mas a chamada esquerda radical vai também medir forças, com sete candidatos a esgrimir posições e a argumentar por uma França mais atuante.