Ireneu Barreto reuniu com comissão municipal de proteção civil

BMF
Reunião de ontem no quartel dos BMF.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF) e os Vereadores reuniram-se ontem com o Representante da República na Madeira, Ireneu Barreto para lhe dar conta da situação, não só do ponto de vista atual, mas também do ponto de vista mais técnico e perspetivas de evolução.

Quando questionado sobre a possibilidade de pedir apoio mais cedo, Paulo Cafôfo referiu que no momento em que se apercebeu que muitas pessoas e vários equipamentos coletivos estavam em perigo, decidiu ativar o Plano Municipal de Emergência onde detém o comando territorial.

O Comando Operacional é da responsabilidade do Serviço Regional de Proteção Civil e são eles que têm a capacidade de análise e requisição de apoio externo, não só do Funchal como da ilha da Madeira.

A Câmara do Funchal criou equipas multidisciplinares que contam com o apoio dos presidentes de junta para o levantamento no terreno e contabilização dos imóveis atingidos.

No balanço das operações, o presidente Paulo Cafôfo informou que as zonas de maior gravidade, no dia de ontem, estavam na estrada das Carreiras, na área adjacente ao Estádio da Madeira e São João Latrão, onde esteve a acompanhar a situação.

Para estas zonas foi disponibilizado um dispositivo com diversos elementos, entre os quais alguns dos reforços vindos do continente, para controlo do fogo que avançou rapidamente.

Referindo que o incêndio do Parque Ecológico nunca foi extinto, teve foi uma progressão lenta, devido à direção do vento que empurrou o fogo para a cidade, mas ontem voltou a subir até à zona da Casa do Burro e Chão da Lagoa.

Paulo Cafôfo recorda o investimento na reflorestação e eliminação de infestantes que se tem feito ao longo dos últimos anos, sendo que este fogo é um revés no trabalho que foi feito.

O Presidente da Câmara tem estado em contato constante com o Primeiro-ministro e o Presidente da República, agradecendo o apoio não só a presença e preocupação, não só com a disponibilização de meios humanos e na ajuda que será necessária em termos financeiros para a recuperação do Funchal, mas também o abraço solidário.

Realça ainda o apoio de diversos Presidentes de Câmara, nomeadamente de Fernando Medina de Lisboa com o envio de 30 Bombeiros Sapadores, do Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira e do Presidente da Associação Nacional de Municípios e Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado.