Mais de 50 jornalistas concorreram ao prémio “Vicente Jorge Silva”

A primeira edição do Prémio Jornalismo de Excelência Vicente Jorge Silva recebeu mais de 50 candidaturas. Aderiram 53 profissionais de todos os quadrantes do jornalismo que concorreram com 52 trabalhos “inspiradores”, refere uma nota. Este prémio, promovido pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda – INCM, encerrou o prazo de candidaturas a 15 de Junho.

“Valorizar o que de melhor se faz no jornalismo escrito, seja através da investigação, da reportagem ou da análise, e contribuir para uma sociedade mais informada e homenagear Vicente Jorge Silva, figura ímpar do jornalismo português das últimas décadas e testemunho da liberdade de informação”, refere-se.

Os trabalhos vão agora ser apreciados pelo júri do Prémio, constituído por Nicolau Santos, presidente do Conselho de Administração da RTP, Manuel Carvalho, director do jornal Público, João Vieira Pereira, director do jornal Expresso, Teresa de Sousa, jornalista do Público, e Daniela Santo, jornalista reformada da RDP Madeira.

O anúncio do vencedor, que contará com uma bolsa de investigação de 5 mil euros, atribuída pela INCM, e a cerimónia de entrega do Prémio, acontecerão em Setembro.