Espetáculo de intervenção a 28 e 29 de setembro no Teatro Baltazar Dias

cartaz Odeio este tempo detergenteO espetáculo “Odeio este tempo detergente” sobe ao palco do Teatro Municipal Baltazar Dias nos dias 28 e 29 de setembro. Trata-se de um espetáculo de intervenção, que estreou este ano no Teatro São Luiz, em Lisboa, e termina a sua digressão nacional no Funchal, tendo como objetivo trazer a escrita de Ruy Belo para a atualidade.

É uma viagem por 17 poemas escolhido pelo ex-jornalista Rui Lagartinho e é segundo Ana Nave “uma viagem pelas ideias de Ruy Belo, onde está sempre presente a noção de morte e da vida a passar… Pomo-nos nos sapatos dele e interpretamos a poesia, eu e a Maria João Luis, com o José Peixoto também em palco. Partilhamos uma interpretação nossa destes poemas, acrescentamos alguma coisa como pessoas que vivem hoje e que hoje leem Ruy Belo”.

“Certas formas de nojo”, “Espaço preenchido”, “Povoamento”, “Elogio a Maria Teresa”, “Um dia não muito longe, não muito perto” são alguns dos poemas que integram o espetáculo e que são ditos à vez pelas atrizes.